BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Bolsonaristas promovem carreata no Dia da Independência em Manaus


O Movimento Direita Amazonas promove, nesta segunda-feira (7) às 15h30, a ‘Carreata da Independência’ para homenagear as forças armadas, forças auxiliares e entidades da sociedade civil, que tradicionalmente participam do desfile no Centro de Convenções (Sambódromo) com a presença de milhares de pessoas.

O Ministério da Defesa cancelou o tradicional desfile cívico que reúne militares, representantes de entidades e a população em geral. A medida faz parte do protocolo de segurança adotado para combater a disseminação do vírus, reduzindo o número de infectados e de mortos.

“Não poderíamos deixar passar em branco 198 anos deste marco histórico do nosso país. A independência de Portugal abriu caminho para que déssemos os primeiros passos rumo à constituição da república. Os militares ao longo desse processo evolutivo tiveram participação fundamental para garantir nossa autonomia, contribuindo efetivamente para a consolidação de nossa Democracia. A carreata reúne brasileiros que irão celebrar a soberania do Brasil”, explicou Aroldo Filho, presidente do Direita Amazonas.

A carreata, que tem como ponto de concentração o posto de combustível da Petrobras, localizado na Avenida das Torres, é aberta ao público. No local não será permitida a aglomeração. Os organizadores estimam a participação de mais de 200 veículos que sairão da Avenida das Torres, percorrerão as principais vias da cidade e finalizarão na Praça do Congresso, no centro. Ao longo de todo o trajeto, uma banda tocará o hino nacional assim como os hinos do Amazonas, da bandeira, dos pára-quedistas...

O pré-candidato a prefeito de Manaus, Romero Reis, que é major da reserva do Exército Brasileiro confirmou presença no ato.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.