Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Bens de Melo são bloqueados por “zombar da população”


O juiz federal da 1ª Vara de Manaus Lincoln Rossi da Silva Viguini determinou o bloqueio dos bens do governador cassado do Amazonas José Melo (PROS) em R$ 1.056.408,06 por não ter adotado medidas para preservar a estrutura predial da Casa Santa de Misericórdia, no Centro de Manaus. A notícia foi publicada pelo Portal D24AM.

A decisão atende a um pedido em uma ação civil púbica ingressada em outubro do ano passado pelo Ministério Público Federal no Amazonas (MPF-AM).

Na decisão, o juiz federal alega que o ex-governador se omitiu de cuidar do prédio e “zombou da população ao prometer, durante a campanha eleitoral de 2014 que iria revitalizar o local onde funcionava a Santa Casa”, disse o juiz na sentença de primeira instância, em que cabe recurso.

“O Poder Judiciário não pode se mostrar indiferente frente à omissão do ex-governador José Melo de Oliveira, sob pena de erosão da consciência cidadã e o aprofundamento da crise política/representativa. O que se está em jogo é a zombaria do ex-governador frente à confiança da população manauara que o elegeu para cumprir com suas promessas, sobretudo a preservação da memória histórica da cidade”, afirmou o magistrado.

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.