Calendário

novembro 2019
D S T Q Q S S
« out    
 12
3456789
10111213141516
17181920212223
24252627282930

Baby Rizzato recebe Medalha de Ouro Cidade de Manaus

A jornalista Baby da Costa Rizzato recebeu, na manhã desta quinta-feira (26), da Câmara Municipal de Manaus (CMM), a Medalha de Ouro Cidade de Manaus, em Sessão Solene presidida pelo vereador Wilker Barreto (PHS), presidente do Poder Legislativo Municipal. A iniciativa foi proposta pelo vereador Plínio Valério (PSDB) e assinada por todos os vereadores da 17ª Legislatura.

Wilker Barreto afirmou ser justa a homenagem a Baby Rizzato, com a entrega da maior honraria da Câmara Municipal de Manaus, que é a Medalha de Ouro Cidade de Manaus. O presidente chegou a pedir desculpas à jornalista pela medalha não ter sido entregue antes. “É a nossa maior honraria a personalidades que se destacaram e se destacam”, disse ele, parabenizando Plínio Valério pela iniciativa.

Autor da homenagem, Plínio Valério ressaltou a sua felicidade em ver tantos rostos amigos no plenário, o que o faziam sentir não em uma homenagem, mas a uma celebração à jornalista. “Todos estão aqui porque gostam da Baby, é uma homenagem justa. Acredito que essa homenagem vem no momento exato. Baby está madura e continua irreverente”, afirmou ele, ressaltando que a homenagem à jornalista é também a todos os profissionais da comunicação. “Baby obrigada por ter trazido essas pessoas que fizeram da homenagem uma celebração”, completou.

Baby disse que estava muito emocionada com a homenagem na Câmara

Baby emocionada

Muito emocionada, Baby Rizzato falou de improviso, e disse que iria quebrar o protocolo. Após saudar à Mesa dos trabalhos e os seus amigos, que lotavam o plenário, contou um pouco de sua trajetória. “Para mim é difícil falar para o público. Eu falava para as câmeras. Era como se eu estivesse na varanda da minha casa, dava risadas. Entendia que não era meu trabalho, ofício, mas como se fosse uma festa”, disse.

Baby Rizzato disse que foi a primeira apresentadora de televisão no Amazonas. “Era eu e o Ri tin tin. Me dava o luxo de apresentar o programa como uma indiana, descalça e com um anel no dedo”, assegurou lembrando do Programa Nosso Encontro, que apresentava na Televisão.

Falou do começo na TV Ajuricaba e TV Baré até chegar à TV A Crítica. E citou produtores dos seus programas como Mário Adolfo, Rui Alencar (in memorian) e Kid Mahal. Assegurou também que aprendeu a cair, levantar e sair de cena. Que nunca teve depressão e que assiste a programas de TV sempre analisando, como se fosse ‘expert’ no assunto. “Tenho saudades, mas não quero voltar”, assegurou.

Em 2015, Baby Rizzato encerrou suas atividades como apresentadora do programa Nosso Encontro – TV A Crítica e se dedica exclusivamente a coluna Baby, no Jornal A Crítica, à família e à carreira de publicitária.

Baby Rizzato disse que foi a primeira apresentadora de televisão no Amazonas. “Era eu e o Ri tin tin”.

Amigos

Entre os amigos que participaram da homenagem à jornalista estavam o presidente do Tribunal de Justiça do Amazonas (TJAM), desembargador Flávio Pascarelli; a procuradora de Justiça, representando o Ministério Público do Amazonas, Suzete Maria dos Santos; a defensora pública, representando a Defensoria Pública do Amazonas, Maria Fátima Loureiro; a secretária estadual do Fundo de Promoção Social, representando o Governo do Estado, Mônica Mendes; o presidente da Federação do Estado do Amazonas (Fieam), Antonio Silva; a presidente da Rede Calderaro de Comunicação, Cristina Calderaro; além da vereadora Therezinha Ruiz (DEM).

 

TEXTO: Nely Pedroso – DIRCOM/CMM

FOTOS: Robervaldo Rocha/ CMM

Deixe uma resposta