Calendário

outubro 2019
D S T Q Q S S
« set    
 12345
6789101112
13141516171819
20212223242526
2728293031  

Arthur Virgílio realiza abertura da ‘Semana de Intensificação Vacinal’

Com o objetivo de ampliar a cobertura vacinal em crianças menores de dois anos, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, abriu na segunda-feira, 26, a “Semana de Intensificação Vacinal”, na Unidade Básica de Saúde (UBS) Theodomiro Garrido, que fica na Colônia Oliveira Machado, zona Sul. A ação seguirá em todas as salas de vacina das unidades de saúde da rede municipal até o dia 31, quando será realizado o Dia “D” de mobilização.

Acompanhado da presidente do Fundo Manaus Solidária, a primeira-dama Elisabeth Valeiko Ribeiro, o prefeito disse que, devido ao intenso fluxo migratório, algumas doenças já erradicadas estão sendo reintroduzidas no país, por isso a Prefeitura de Manaus está lançado a campanha em nível local, para ampliar a cobertura vacinal da população, sobretudo em crianças menores de dois anos, mas que também irá alcançar jovens e adultos de todas as idades.

“Manaus tem sido referência no cumprimento das metas vacinais, foi assim com o sarampo e com o H1N1, onde ultrapassamos, em muito, a meta de público-alvo estipulada pelo Ministério da Saúde. E esperamos a mesma adesão das pessoas nessa ação em prol da saúde”, afirmou o prefeito. “Fazemos um apelo para que a população compareça nas unidades de saúde, sobretudo no sábado, Dia ‘D’. Levem suas crianças, porque criança se protege é com vacina”, completou Arthur Neto, reforçando que a semana de vacinação também ocorrerá nas zonas rural e ribeirinha de Manaus.

Público-alvo

Durante a Semana de Intensificação Vacinal será mantida a oferta de vacinas de forma rotineira na rede municipal, mas que haverá um foco maior para crianças menores de dois anos. O público-alvo nessa faixa etária apresenta maior risco para a doença e morte. Além disso, o vírus do sarampo continua a circular em outros Estados brasileiros e a Organização Pan-Americana de Saúde (Opas) tem alertado para o alto número de casos de difteria na Venezuela. Com isso, é essencial estabelecer estratégias para aumentar a cobertura vacinal da população e evitar novos surtos de doenças.

Deixe uma resposta