BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Arthur diz que não é hora de impeachments de Bolsonaro e Wilson Lima


Em entrevista ao Portal Toda Hora, o prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto (PSDB), declarou que não é o momento para discutir o impeachment do presidente da República, Jair Bolsonaro, ou do governador do Amazonas, Wilson Lima (PSC). “Não me chamem para falar ou discutir impeachment. Me chamem para discutir soluções para a crise do coronavírus”.

Arthur disse não concordar com o posicionamento do presidente na crise do coronavírus no Brasil e entende que possa haver problemas de responsabilidade do cargo. Mas considera que não é o momento para esse tipo de discussão.

“O que eu mais gostaria de ouvir do Bolsonaro hoje era ele admitir que errou e pedir para as pessoas ficarem em casa. Depois se reunir com o presidente da Câmara, do Senado, do STF e buscar soluções para combater a crise de saúde no País”, declarou, reforçando  que qualquer discussão sobre afastamento do presidente deve ocorrer depois que a vida dos brasileiros esteja fora de risco por conta do vírus.

A Assembléia Legislativa do Amazonas aprecia um pedido de impeachment contra o governador Wilson Lima. O pedido foi feito pelo presidente do Sindicato dos Médicos, Mario Vianna, e foi aceito pelo presidente da Casa, Josué Neto (PRTB).
Arthur considera a discussão inoportuna.

“Da mesma forma, não vejo motivo para se discutir esse assunto aqui no Amazonas. Não é tempo para isso. O adversário é o Covid19. Temos que unir forças, trabalhar e salvar o povo do Amazonas, que está sofrendo com essa doença” disse Arthur. “Os dados de óbitos estão aí. O interior precisa de apoio. As tribos indígenas e comunidades mais isoladas correm grande risco”.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.