Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Arthur critica ausência de Trump na Alemanha


O prefeito de Manaus, Arthur Virgílio Neto, reuniu-se nesta terça-feira, 14/11, em Bonn, na Alemanha, com o secretário das Nações Unidas para Energia Limpa, RajeshSethi, ocasião em que apresentou a proposta de renovação do acordo que a Prefeitura de Manaus mantém, para o controle de gases de efeito estufa, gerados no aterro sanitário da cidade.

O prefeito lamentou a ausência do presidente norte-americano Donald Trump. “Abandonando o acordo de Paris como ele abandonou, demonstra despreocupação com a questão do clima e com a vida das futuras gerações no seu país”, disse.

De qualquer forma, Arthur explicou que, em quase cinco anos, o projeto de controle de gases gerou mais de três milhões de toneladas de créditos de carbono, deixando de poluir o meio ambiente. A Prefeitura tem aproximadamente 300 mil euros em certificados de créditos de carbono.

Prefeito está na Alemanha participando de debate mundial sobre meio ambiente

“Isso significa que a cada mega que se produz de energia limpa a partir do nosso aterro e que se negocia, estamos desativando aos pouquinhos e parcialmente a capacidade das termoelétricas produzirem energia suja”, afirmou o prefeito. Arthur avaliou como bastante positiva a reunião, uma vez que a cidade de Manaus é vista como uma cidade correta. “Eles nos chamam para protagonizar este movimento. E eu aceito o desafio”, disse Arthur, afirmando que a cidade reúne as condições necessárias para ser trabalhada com sustentabilidade.

O prefeito citou ainda a importância da Zona Franca de Manaus para o equilíbrio climático mundial. “O Amazonas garante 98% de sua floresta em pé e isso se deve a Zona Franca”, afirmou o prefeito, que também participou de uma mesa-redonda com investidores e técnicos (sharks), onde apresentou as potencialidades locais. “Os investimentos significam podermos ter um povo que tem suas necessidades fundamentais preenchidas. E uma sociedade que avance tecnologicamente, industrialmente, que avance na direção de um crescimento verdadeiro, que signifique desenvolvimento de fato, desenvolvimento sustentável”, finalizou.

Mário Adolfo Filho

Mário Adolfo Filho

Jornalista, formado pela Universidade Federal do Amazonas. Com passagem por grandes jornais de Manaus, Prefeitura de Manaus, Câmara Municipal de Manaus e Câmara dos Deputados.