BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Apoiadores de Bolsonaro usam escudo do Exército em outdoor, em Manaus


A Folhapress fez uma denúncia gravíssima nesta terça-feira, 9/04, que expõe o nome de Manaus e das Forças Armadas na região, ao resto do país. De acordo com a agência de notícias,  com a complacência do Exército, um grupo de apoiadores de Jair Bolsonaro em Manaus instalou um outdoor em que aparecem usando camisas com o escudo das Forças Armadas.

No centro do cartaz, a frase “O povo armado jamais será escravizado”, proferida pelo presidente durante reunião ministerial de 22 de abril. “Além disso, o outdoor traz o logotipo da associação CAC-AM (Colecionador-Atirador-Caçador), que inclui as iniciais 12ª RM (Região Militar), com sede em Manaus”, diz a matéria.

Quem são eles?

Os CACs são pessoas físicas, geralmente associadas a clubes de tiro, e não entidades. São registrados nas regiões militares do Exército, responsável pelo Sistema de Fiscalização de Produtos Controlados (FPC). Entre outros benefícios, esse registro assegura o acesso a armas de calibre restrito.

Isso está errado

Segundo a Lei 6.880, de 1980, “os uniformes das Forças Armadas, com seus distintivos, insígnias e emblemas, são privativos dos militares e simbolizam a autoridade militar, com as prerrogativas que lhe são inerentes”.

É crime

Diz ainda a Lei  que “constituem crimes previstos na legislação específica o desrespeito aos uniformes, distintivos, insígnias e emblemas militares, bem como seu uso por quem a eles não tiver direito.”

Para quem quiser ver

A peça publicitária está há pelo menos três dias na entrada da praia da Ponta Negra, a 5 km do Comando Militar da Amazônia (CMA) e a 1,7 km da 12ª RM, situados na mesma avenida. Diariamente, dezenas de militares praticam corrida ali.

Vice de Mazoca

Circula nos bastidores da política que o deputado estadual Wilker Barreto (Podemos) é o provável candidato a vice de Amazonino Mendes ( mesmo partido), candidatíssimo a prefeito de Manaus.

Puro sangue, não!

Dito&Feito correu atrás da confirmação e, por telefone, uma fonte ligada ao Negão descarou:

— Não existe essa conversa, amigo. Seria muito  difícil montar uma chapa puro sangue.

Não será dessa vez

Também tentamos sondar se o deputado Dermilson Chagas (Podenos) , do grupo político de Mazoca, poderia ser o nome pra vice.

O deputado ficou lisonjeado, mas também negou:

— Fico grato, espero que haja essa possibilidade, mas acho que não será desta vez. Não sei como estão me vendo como deputado de oposição.

Meu dia vai chegar

No entanto, Dermilson não esconde que sonha em alçar voos mais altos.

— Procuro ser um político correto, ético e sério. Não sei se tem pesquisas com o meu nome. Mas vou continuar construindo todos os dias essa imagem. O meu dia há de chegar!

Luz amarela

O deputado estadual Serafim Corrêa (PSB) engrossou ao Associado a opinião da comunidade científica do Amazonas, se manifestando contra o retorno das atividades presenciais, assim como a reabertura gradual do comércio.

O líder do PSB acredita que isso  “acende o alerta” para o risco de uma segunda onda de casos do novo coronavírus no Estado.

Habitat do Covid-19

Ele observou que as instalações da Aleam é um ambiente fechado onde não entra ar, não entra vento, não entra também a luz do sol.

— Então, acho que é um ambiente propício para a disseminação do vírus. Basta que uma pessoa infectada entre nesse ambiente para infectar a todos –, advertiu Sarafa.

Formigueiro humano

O grande problema nessa discussão sobre o retorno às atividades presenciais e afrouxamento do isolamento é que nosso povo não tem consciência para a gravidade da pandemia, que já ceifou...

Ontem, a rua Marechal Deodoro, coração do comércio no Centro da Cidade, parecia viver a semana do Natal.

Milhares de pessoas se esbarravam, transitando de loja em loja. Muitas sequer usavam máscaras.

Nem Fátima escapa

O deputado federal Eduardo Bolsonaro disse que a apresentadora da Globo, Fátima Bernardes, incentiva a masturbação durante a pandemia. O deputado fez uma postagem no Twitter, nesta terça-feira, 9, criticando a programação da emissora.

Masturbação

"Dez da manhã, crianças em casa, sem poder ir à escola ou sair pra brincar. O que a Globo deveria exibir? Desenhos e programação educativa, como ocorria antigamente. O que a [emissora] está exibindo? Fátima Bernardes incentivando que o público se masturbe durante a pandemia", escreveu.

Air Covid

Durante Sessão virtual da Assembleia Legislativa, o deputado Adjuto Afonso (PDT) denunciou voos fretados e de táxis aéreos, com destino ao interior do Estado, conduzindo pessoas com suspeita de infecção por Covid-19.

Apertem as máscaras

O parlamentar solicitou a interferência imediata da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM) e da Secretaria de Estado de Saúde do Amazonas (Susam) para que fiscalizem tais empresas.

L’Oreal solidária

A L’Oreal Brasil doou aproximadamente 20 mil unidades de álcool gel ao Amazonas. A Secretaria de Estado de Saúde (Susam) nesta terça-feira (09/06).

E imediatamente    distribuiu 400 unidades do produto para o Hospital de Combate à Covid-19 Nilton Lins, que é referência no tratamento do novo coronavírus.

Mudou de ideia

Cinco dias depois de publicar portaria que transferia aproximadamente R$ 83,9 milhões do programa Bolsa Família na região Nordeste para a comunicação institucional nacional, o governo federal mudou de ideia.

E revogou o ato na tarde desta terça-feira, em edição extra do Diário Oficial da União. O motivo do recuo não foi explicado até o momento.

Puxa-encolhe

Até aí nem uma novidade.

O governo Bolsonaro segue o velho estilo de pregar uma coisa de manhã e negar à tarde. Anunciar uma coisa à tarde e descartar à noite. Portanto, não se escreve o que ele fala.

Cabanagem

O espetáculo “Cabanagem”, do Corpo de Dança do Amazonas (CDA), será exibido nesta quarta-feira (10/06), a partir das 20h, na programação do “Cultura Sem Sair de Casa”, no Facebook da Secretaria de Estado de Cultura e Economia Criativa.

Sem sair de casa

Com direção artística e coreografia de Mário Nascimento, durante 50 minutos, a obra trará a histórica revolta popular, na qual negros, índios e mestiços combateram a elite política na região norte do Brasil, no período regencial.

ÚLTIMA HORA

O ex-presidente Lula disse que “não é possível que alguém se diga ‘contra o Bolsonaro’ e seja contra o impeachment”. A declaração foi publicada em seu perfil no Twitter nesta terça-feira (9). O petista ainda reforçou que “todo mundo sabia quem ele era”, em referência a Bolsonaro. A publicação de Lula ocorreu algumas horas depois de o governador petista do Ceará, Camilo Santana, ter afirmado ser contra o impeachment de Jair Bolsonaro.

A declaração de Lula de que “todo mundo sabia quem ele era” pode também ter sido direcionada ao ex-presidente Fernando Henrique Cardoso (FHC), que em entrevista ao UOL, declarou: "Não defendo impeachment do Bolsonaro por razões históricas, agora quem está cavando o fosso é ele. Daqui a pouco não tem jeito".

ORGULHO

Para movimentar a economia, a empresa Kiwis, na Nova Zelândia, doou mais de 3 mil reais em dinheiro aos seus funcionários, no retorno ao trabalho depois da pandemia. O presente veio assim que a Nova Zelândia anunciou que está livre da Covid-19 e anunciou o desconfinamento, ou seja, permitiu a volta das pessoas às ruas, ao comércio e ao trabalho. A proprietária do escritório de advocacia só deu uma ordem: que o dinheiro seja gasto, passado adiante, para compras em pequenas empresas da região.

VERGONHA

Alice Cutter, ex-participante do concurso "Miss Hitler" de 24 anos, foi presa nesta terça-feira (9) em West Midlands, na Inglaterra , por participar de um grupo neonazista National Action, proibido desde 2016 no país. Cutter nega ser integrante do grupo neonazista . Ela participou do concurso como "Miss Buchenwald", em referência a um campo de extermínio nazista, e compareceu a atos com a presença de cartazes com frases como "Hitler estava certo".

A ex-participante do " Miss Hitler " foi presa junto com seu namorado, Mark Jones de 25 anos, e outros dois membros do grupo, Garry Jack, de 24, e Connor Scothern, de 25.

Mário Adolfo

Mário Adolfo

Jornalista formado pela UA, com mais de 40 anos de experiência. Dois prêmios Esso e criador do personagem Curumim, o Último herói da Amazônia.