BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Apnéia Ofélias: espetáculo traz relatos das relações afetivas durante a pandemia.


Para refletir as relações afetivas a partir das questões emocionais causadas pelo impacto do distanciamento social, o espetáculo Apnéia: Ofélias é uma obra do teatro digital que será apresentada ao público nos dias 26 e 27 de dezembro através do canal do youtube do Núcleo de Práticas Meditativas no Treinamento do Artista (NUPRAMTA), projeto de extensão e pesquisa da UEA, coordenado pela professora Vanja Poty.

Com inspiração na personagem Ofélia, da obra Hamlet de William Shakespeare (1564-1616), morta por afogamento, a liquidez das águas também é uma metáfora da concepção de “amor líquido” na construção da dramaturgia “Apnéia: Ofélias”.  A apnéia traz a imagem da ausência da entrada de ar nos pulmões, neste sentido, a obra traz a proposta de investigar as narrativas de tantas Ofélias mortas-em-vida atualmente: insere em cena os malefícios da masculinidade tóxica, conectando-os com a ideia do sufocamento físico e mental causado pelo Coronavírus e com a instabilidade dos amores contemporâneos.

“A gente pensou em um espetáculo todo feito em metáforas aquáticas e principalmente metáforas amazônicas, pegamos os fenômenos biológicos, químicos, físicos da água para pensar em imagens e momentos dessa narrativa. Estamos testando essas novas formas e linguagens em meio ao cenário da pandemia, respeitando o distanciamento social. Fizemos questionários, que chamamos de “(Des)amor de quarentena” e a partir das respostas desses questionários nos inspiramos para criar algumas cenas e narrativas”, conta a atriz e diretora Vanja Poty.

O projeto foi contemplado pelo Prêmio Manaus Conexões Culturais 2020, da Fundação Municipal de Cultura, Turismo e Eventos (Manauscult), uma ação da lei Aldir Blanc, que prevê medidas de apoio financeiro ao setor cultural atingido pela pandemia do novo Coronavírus.

Para conferir a programação e mais informações acompanhe pelo instagram @nupramta.

Sobre o NUPRAMTA

O Núcleo de Práticas Meditativas no Treinamento do Artista (NUPRAMTA) é um projeto de extensão e pesquisa que está em seu quinto ano de atividade e que visa oferecer aos artistas da Universidade do Estado do Amazonas (UEA), e da comunidade manauara a possibilidade de vivenciar caminhos de experimentação em seus percursos inventivos por meio da articulação de técnicas provindas tanto da meditação, quanto do hatha yoga. O Núcleo tem como objetivo exercitar coletivamente experiências contemplativas como parte da preparação do ator/performer, buscando estabelecer brechas criativas em seus padrões habituais. Para além dos estudos em sala de ensaio e apresentações (agora virtuais), o projeto propõe práticas de ação interventiva e de performance na cidade de Manaus, com intenção de experimentação da relação do corpo contemplativo com as cartografias do espaço urbano e de seus transeuntes.

Texto: Gabriella Lira / Ascom

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.