BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Annita é mais tóxica que cloroquina para combater coronavírus, diz estudo chinês


A nitazoxanida, princípio ativo do vermífugo Annita e remédio “secreto” anunciado pelo ministro da Ciência e Tecnologia, Marcos Pontes, para ser testado em pacientes com Covid-19, se mostrou menos efetiva e mais tóxica do que outras drogas em estudos publicados na China. A informação foi trazida pela colunista da Folha de S. Paulo, Mônica Bérgamo.

De acordo com a reportagem, cientistas e virologistas de Wuhan, onde começou a pandemia, testaram sete drogas em laboratório e compararam a potência de cada uma delas. A cloroquina foi considerada a menos tóxica, e mais efetiva, quando ministrada em dose maior. O Remdesivir, remédio usado para combater o Ebola, também teve boa performance. Já a nitazoxanida só desenvolveu atividade antiviral adequada em doses altas, que se mostraram tóxicas.

A pesquisa foi feita in vitro, mas não em testes clínicos, com pacientes. Já o ministro Marcos Pontes, que não confirma o nome da droga que será testada, diz que houve 94% de eficácia em exames preliminares, em laboratório, e que não há efeitos colaterais graves.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.