BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Amazonastur ouvirá operadores de outros estados sobre o destino Amazonas


Operadores de outros estados e países serão convidados pela Empresa Estadual de Turismo do Estado do Amazonas (Amazonastur) a participar da Pesquisa de Prospecção do Mercado Turístico do Amazonas. O questionário será compartilhado em português e inglês por e-mail e poderá ser respondido de 4 a 11 de agosto deste ano.

“Com esse importante mapeamento, estaremos identificando a percepção mais clara do cenário empresarial e das mudanças que ocorrem no ambiente de negócios. Servirá também para medir a atuação da Amazonastur nas dificuldades identificadas”, declarou a presidente da empresa pública, Roselene Medeiros.

O link será enviado para 651 operadores nacionais e 222 operadores internacionais. O objetivo é coletar dados para conhecer as demandas e traçar estratégias dentro do plano de retomada das atividades turísticas no Amazonas, explica o assessor de Planejamento Estratégico da Amazonastur, Daniel Bernardes. A Amazonastur começou a executar o Amazone-se, plano para retomada do turismo e que envolve campanhas e obras na capital e interior do estado.

A pesquisa com os empresários locais ocorreu durante a 2ª Sondagem da Pesquisa do Ambiente de Negócios do Turismo, e esse questionário foi disponibilizado para ser respondido entre 16 e 31 de julho deste ano.

Os resultados da 1ª e 2ª Sondagem da Pesquisa do Ambiente de Negócios do Turismo, bem como da Pesquisa de Prospecção do Mercado Turístico com Operadores Nacionais e Internacionais, serão apresentados ao trade na segunda quinzena de agosto. Para mais informações, operadores nacionais e internacionais podem enviar e-mail para negocios@amazonastur.am.gov.br.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.