BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Amazonas ultrapassa 130 mil casos confirmados de Covid-19


O Boletim Diário Covid-19 da Fundação de Vigilância em Saúde do Amazonas (FVS-AM), edição nº 170, divulgado nesta sexta-feira (18/09), confirmou o registro de 858 novos casos confirmados de Covid-19, totalizando 130.359 casos da doença no estado.

Do total de novos casos confirmados da doença no Amazonas, 63 foram detectados por RT-PCR, que aponta casos novos que estão entre o 3º e 6º dias da doença, e 795 por testes rápidos, que identificam os anticorpos, com data de início dos sintomas entre, pelo menos, oito e 60 dias ou mais das primeiras manifestações da Covid-19. Do total de casos detectados por RT-PCR, 34 são no interior do estado e 29 na capital.

Conforme o boletim, foram confirmados 11 óbitos por Covid-19 ocorridos nas últimas 24 horas, sendo seis em Manaus e cinco no interior do estado. Além disso, foram registrados oito óbitos por confirmação diagnóstica na data de hoje, elevando para 3.950 o total de mortes. Na capital, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus, nesta quinta-feira (17/09), foram registrados 38 sepultamentos e quatro óbitos em domicílio. O boletim acrescenta ainda que 15.809 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas, o que corresponde a 12% dos casos confirmados ativos.

Nesta edição, 16 municípios não atualizaram o sistema de informação para consolidação dos dados do boletim. São eles: Alvarães, Anori, Apuí, Beruri, Codajás, Humaitá, Japurá, Juruá, Jutaí, Novo Airão, Santa Isabel do Rio Negro, Santo Antônio do Içá, São Paulo de Olivença, Tapauá, Tonantins e Uarini.

Municípios – Dos 130.359 casos confirmados no Amazonas até esta sexta-feira (18/09), 47.111 são de Manaus (36,14%) e 83.248 do interior do estado (63,86%).

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.