BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Amazonas tem 163 novos pacientes internados em apenas um dia


O Amazonas registrou neste domingo, 3/1, o segundo maior número de novas internações desde o início da pandemia de covid-19. De acordo com o boletim divulgado pela Fundação de Vigilância em Saúde, ao todo, foram 163 novos pacientes internados. Só em Manaus, foram 159 novas hospitalizações.

Até então o recorde foi observado no dia 4 de maio de 2020, quando 166 pessoas se internaram naquele dia. Naquela época, 1438 pacientes estavam internados, sendo 1003 em leitos clínicos e 435 em Unidades de Terapia Intensiva (UTI).

Neste domingo, de acordo com a FVS, 546 novos casos de Covid-19, totalizando 202.413 casos da doença no estado. Ainda de acordo com o boletim, foram confirmados 20 óbitos por Covid-19, sendo 18 ocorridos no sábado, 2/1, e dois encerrados por critérios clínicos, de imagem, clínico-epidemiológico ou laboratorial, elevando para 5.345 o total de mortes.

Hospitais já têm câmaras frigoríficas para receber corpos

Sobre as internações, o boletim informa que entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 963 pacientes internados, sendo 591 em leitos (195 na rede privada e 396 na rede pública), 341 em UTI (128 na rede privada e 213 na rede pública) e 31 em sala vermelha, estrutura voltada à assistência temporária para estabilização de pacientes críticos/graves para posterior encaminhamento a outros pontos da rede de atenção à saúde.

Há ainda outros 375 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 281 estão em leitos clínicos (152 na rede privada e 129 na rede pública), 66 estão em UTI (53 na rede privada e 13 na rede pública) e 28 em sala vermelha.

CONFIRA O BOLETIM DE CASOS COVID-19

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.