BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Amazonas registra 1.140 novos casos de Covid-19


O Amazonas diagnosticou mais 1.140 casos de Covid-19 nesta quinta-feira (11), sendo 31 por exame laboratorial de biologia molecular (RT-PCR) e outros 1.109 foram detectados por teste rápido, totalizando 53.989 casos confirmados do novo coronavírus no estado, de acordo com o boletim epidemiológico consolidado pela Fundação de Vigilância em Saúde (FVS-AM).

Ainda segundo o boletim divulgado, foram confirmados mais 37 óbitos pela doença, dos quais nove ocorridos nas últimas 24 horas e 28 que estavam em investigação e tiveram confirmação diagnóstica na data de hoje, elevando para 2.400 o total de mortes. Na capital, de acordo com dados da Prefeitura de Manaus desta quarta-feira (10/06), foram registrados 40 sepultamentos,  nove óbitos domiciliares e uma cremação.

Ao todo, 43.508 pessoas já passaram pelo período de quarentena (14 dias) e se recuperaram da doença. O boletim aponta ainda que 8.081 pessoas com diagnóstico de Covid-19 estão sendo acompanhadas, ou seja, são casos confirmados nos últimos 14 dias, que se encontram internados ou em isolamento domiciliar.

Internações – Entre os casos confirmados de Covid-19 no Amazonas, há 374 pacientes internados, sendo 231 em leitos clínicos (32 na rede privada e 199 na rede pública) e 143 em UTI (43 na rede privada e 100 na rede pública).

Há ainda outros 317 pacientes internados considerados suspeitos e que aguardam a confirmação do diagnóstico. Desses, 213 estão em leitos clínicos (40 na rede privada e 173 na rede pública) e 104 estão em UTI (20 na rede privada e 84 na rede pública).

Municípios – Dos 53.989 casos confirmados no Amazonas até esta quarta-feira (10/06), 22.504 são de Manaus (41,68%) e 31.485 do interior do estado (58,32%).

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.