BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Amazonas inaugura abrigo emergencial para proteger população em situação de rua da Covid-19


Como medida de proteger as pessoas em situação de rua do contágio do novo coronavírus (Covid-19), o Governo do Amazonas, por meio da Secretaria de Estado de Justiça, Direitos Humanos e Cidadania (Sejusc), inaugurou nesta quinta-feira (25/02) um novo abrigo emergencial temporário, direcionado à população em situação de rua, na área da Concentração do Sambódromo, zona centro-oeste de Manaus.

Até 150 pessoas dessa população em vulnerabilidade devem ser abrigadas no espaço, que segue todas as especificações e protocolos de segurança, estabelecidos pelo Ministério da Saúde e por organismos internacionais como a Organização Mundial da Saúde (OMS).

De acordo com a secretária Mirtes Salles, titular da Sejusc, é de suma importância proteger a população em situação de rua do novo coronavírus, para que não sejam vetores de transmissão do vírus.

“É um abrigo que vai atender essa população que está realmente vulnerável. Elas estão sem atendimento, expostas ao vírus e nós precisamos protegê-las. Antes de entrar no abrigo, todos vão passar por uma triagem, testes de Covid-19, HIV e tuberculose, para que nós possamos garantir que estejam saudáveis e sejam abrigados, mantendo-os seguros por esses próximos meses”, disse a gestora.

Modelo

Funcionando 24 horas, o abrigo conta com oito estruturas de tendas, abrangendo 800m², nos moldes das disponibilizadas pela operação “Acolhida”, do Governo Federal, com dormitórios masculino, feminino e família; refeitórios; vestiários e banheiros químicos e para banho; além de espaço destinado ao asseio de roupas e pertences individuais.

No local, os abrigados contarão com seis refeições diárias e com atividades culturais, que serão realizadas com apoio da Secretaria de Cultura e Economia Criativa, além de palestras desenvolvidas por servidores da Sejusc e de algumas Organizações da Sociedade Civil (OSCs) que atuam no espaço.

Os abrigados vão receber, diariamente, seis refeições, atendimento psicossocial e kits de higiene pessoal, e terão acesso à documentação civil.

Espaço situado na Concentração do Sambódromo vai funcionar 24 horas, sob coordenação da Sejusc

Equipes

Servidores de todas as secretarias executivas da Sejusc trabalham no abrigo, com o objetivo de garantir os direitos legais da população em situação de rua, atendendo a política estadual e nacional de direitos humanos. O abrigo conta com psicólogos, assistentes sociais, cuidadores, auxiliares de cuidadores, técnicos de enfermagem, enfermeiros, entre outros.

Todos passaram por treinamentos e foram capacitados pela chefe do Departamento de Promoção e Defesa de Direitos da Sejusc, Janeffer Santos, e pelo gerente de Políticas à População em Situação de Rua, Edney de Souza. Ambos possuem vasta experiência no campo de atuação com esse público, além de terem trabalhado no abrigo emergencial temporário montado, no ano passado, para essa população na Arena Amadeu Teixeira, zona centro-sul.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas, do Brasil e do mundo. Mais de 40 anos de jornalismo com credibilidade.