BLOG DO MÁRIO ADOLFO
Você gostaria de receber notificações em tempo real e não perder nenhuma notícia importante?
Cancelar
Aceitar

Bookmarks

You haven't yet saved any bookmarks. To bookmark a post, just click .

Açaí produzido no Amazonas será exportado para Europa e EUA


Os produtores rurais da comunidade Rio Jordão, em Rio Preto da Eva (a 57 quilômetros de Manaus), receberam 30 mil mudas de açaizeiros para plantio desde novembro do ano passado. Após o beneficiamento da fruta, que deve ocorrer a partir de 2023, o açaí poderá ser exportado para a Europa e para os Estados Unidos por meio de agroindústria do município.

Em novembro, a Associação Agrícola Comunitária Rio Jordão (Acarj), que tem assistência técnica do Instituto de Desenvolvimento Agropecuário e Florestal Sustentável do Estado do Amazonas (Idam), recebeu as primeiras 15 mil mudas de BRS Ver-o-Peso, uma variedade de açaí desenvolvida pela Embrapa. Na última segunda-feira (20/01), a associação recebeu outras 15 mil mudas de BRS Pai d’égua, outra variedade da fruta.

O Idam selecionou a comunidade Rio Jordão, localizada no Km 77 da rodovia AM-010, considerando as potencialidades produtivas do local. Técnicos do órgão fizeram a seleção das áreas que receberam as mudas e acompanharam o plantio das sementes, além de iniciar o controle de pragas e doenças que podem atingir os açaizeiros. A expectativa do Instituto é que em três anos e meio os frutos comecem a ser beneficiados na agroindústria Manaós Fruity, empresa parceira que doou os açaizeiros, além de insumos como sombrite (a cobertura da área de plantio) e sacos para armazenar as mudas.

De acordo com o gerente do Idam em Rio Preto da Eva, José Maria Frade Júnior, o cultivo de açaí é uma atividade em expansão no município. “O cenário é de crescimento. Esperamos que nos próximos cinco anos nós tenhamos mais de mil hectares de açaí plantados para que a gente possa aproveitar esse nicho de mercado”, analisou Frade. Atualmente, 300 famílias trabalham com açaí em Rio Preto da Eva. Levantamento do órgão aponta que cerca de 15 comunidades do município estão envolvidas no plantio, que ocupa 150 hectares de terra.

Redação BMA

Redação BMA

As principais notícias do Amazonas.