Calendário

novembro 2018
D S T Q Q S S
« out    
 123
45678910
11121314151617
18192021222324
252627282930  

Dito & Feito – “Respeite os amazonenses, presidente Temer”

O senador Omar Aziz (PSD-AM) teve participação decisiva na aprovação, nesta terça-feira (10), por 29 votos a 10, do projeto que restabelece benefício fiscal ao setor de refrigerantes. Na prática, a proposta visa suspender trechos de um decreto editado pelo presidente Michel Temer com o objetivo de reduzir preço do diesel e atender a reivindicações dos caminhoneiros, em maio. Em determinando momento, aumentando o tom do discurso, Aziz disse que o presidente Temer tem que respeitar o Amazonas e a Zona Franca.

X

“Derrubamos um decreto ofensivo que tirava nossa competitividade, que era ilegal.  O presidente tem que aprender a respeitar os amazonenses. Nós não fizemos nada de errado. Estamos fazendo a coisa certa para preservarmos a Amazônia!”, disparou Omar.

O que é isso, companheiro?

Omar também colocou pra cima do colega Lindbergh Farias (PT–RJ), que se posicionou contra a ZFM. Ele lembrou ao petista que, quem proporcionou a prorrogação da Zona Franca e permitiu que ela mantivesse a sua competitividade não foi o governo do Temer. “Foi o governo do presidente Lula. Foi o governo da presidenta Dilma.”

Não quer ver

O senador amazonense disse ainda que Lindbergh pede legalidade para determinadas coisas. Mas não enxerga a ilegalidade do Decreto do presidente Temer.

X

“O projeto do presidente Temer é ilegal, senador Lindbergh.  Não se tira competividade de uma área como o Amazonas, que o senhor conhece muito bem!”, disse Aziz.

Juntos pelo Amazonas

Com aprovação do projeto nesta terça, o texto seguirá para votação na Câmara.A proposta aprovada nesta quarta foi sugerida pelos três senadores do Amazonas: Vanessa Grazziotin (PCdoB), Omar Aziz (PSD) e Eduardo Braga (MDB).

Mulheres no parlamento 

A Assembleia Legislativa do Amazonas (Aleam) inaugurou ontem (10), a Galeria das Deputadas.O espaço fica no hall de entrada do plenário Ruy Araújo e faz uma homenagem as 15 parlamentares que já tiveram mandato no Poder Legislativo estadual.

Fotos e histórico

A galeria tem a exposição de fotos e apresenta um pequeno histórico de cada deputada.

Temos vagas

O interessante é que há mais 15 espaços em aberto, que segundo o presidente da Aleam, David Almeida (PSB), devem ser preenchidos o mais rápido possível. “Espero que seja preenchido o quanto antes. As mulheres precisam estar cada vez mais presentes na política, já que são mais da metade da população”, disse.

Elas na história

Maria de Miranda Leão; Léa Alencar Antony; Eunice Mafalda Michiles; Maria do Socorro Dutra Lindoso; Elizabeth Azize; Betty Suely Lopes; Amine Daou Lindoso; Freida de Souza Bittencourt; Ilonita Ramos da Silva; Maria Cristina da Costa; Vera Edwards; Conceição Sampaio, Therezinha Ruiz; Vera Castelo Branco e Alessandra Campêlo.

Calma, Betty, calma!

Durante seu discurso na solenidade de inauguração da galeria, a ex-deputada Betty Suely cutucou a senadora Vanessa Grazziotin (PC do B) ao afirmar que o Amazonas tem mulheres competentes que podem representar o povo, e que não precisa importar de Santa Catarina.“Não precisamos trazer senadora do Sul para nos representar”, afirmou.

X

Vale lembrar que Vanessa é natural da cidade de Videira, em Santa Catarina.

Eu sou fera

Com discurso incisivo, como de costume, Betty Suely deixou a modéstia de lado e afirmou que é merecedora da homenagem.

Madrugava

E alardeou que foi uma deputada atuante, que atendia a todos que o procuravam, além de contribuir com boa parte da construção da Constituição do Estado do Amazonas.

X

“Chegava cedo e saía tarde todos os dias da Assembleia e 22% da Constituinte foi feita por mim”, declarou.

Ah, como era bom!

A vereadora de Manaus e pré-candidata a deputada estadual, Therezinha Ruiz (PSDB) também esteve no evento.E deixou escapar suspiros de saudades do legislativo estadual.

Quem quer matar Moro? 

A Polícia Federal vai abrir investigação para apurar ameaças que foram feitas contra o juiz Sérgio Moro, da 13ª Vara Federal de Curitiba. Mensagens publicadas por diversos perfis em redes sociais falam em “matar o juiz Moro”.As postagens ocorreram após o magistrado se manifestar contra a soltura do ex-presidente Luiz Inácio Lula da Silva, no domingo (8/7).

Pode ser fake

Em uma das mensagens, um internauta diz que vai “matar Moro com as próprias mãos”. Grande parte das publicações ocorreram por meio de perfis fakes, ou seja, de pessoas que criam contas com nomes e imagens falsas.

Reconhecimento do MPC

O Ministério Público de Contas do Amazonas (MPC-AM) concedeu moção de reconhecimento ao conselheiro Ari Moutinho Junior; à procuradora-geral do MPC do Distrito Federal, Claudia Fernanda Pereira.

Revivendo Cabral

A homenagem do MP C também se estendeu ao jurista e ex-político Bernardo Cabral; ao ministro Mauro Campbell, do Superior Tribunal de Justiça (STJ); ao delegado federal Sérgio Fontes e ao empresário Ulisses Tapajós.

Só cobra criada

A moção foi publicada no Diário Oficial do Tribunal de Contas do Estado do Amazonas (TCE-AM) de segunda-feira (9), e é concedida a pessoas que prestam relevantes serviços à população em suas áreas de atuação profissional.

EM ALTA

A bancada do Amazonas, formada por Omar Aziz (PSD), Vanessa Grazziotin (PCdoB) e Eduardo Braga (MDVB), que se uniram no momento certo para derrubar o decreto de Michel Temer que tentava retirar incentivos fiscais do polo de concentrados da Zona Franca de Manaus.

EM BAIXA

Aplaudir linchamento é um crime tão hediondo quanto o que foi cometido pelos que praticaram a barbárie. Quando isso acontece dentro de uma cela, como o caso de Borba, é porque inexiste a presença do estado. Afinal, é responsabilidade do Estado cumprir suas obrigações na proteção dos direitos dos apenados frente às instituições prisionais.

Deixe uma resposta